13/09/2017 às 09h54min - Atualizada em 13/09/2017 às 09h54min

O helicóptero

Uma aeronave virou o assunto mais comentado em Bragança Paulista, na terça-feira (12). Isso porque na madrugada do mesmo dia, um helicóptero sobrevoou a cidade por cerca de uma hora. Além do barulho que acordou muita gente, ele voava baixo e chegou a apagar todas as suas luzes. 

Quem nunca viu um helicóptero?  Apesar de todos o conhecerem, naquele horário e com as luzes apagadas, ele tornou-se inusitado e estranho, causando curiosidade e medo. O que fazia naquele horário, com as luzes apagadas e voando sempre em uma mesma rota (em círculos que incluíam, pelo menos, cinco bairros).

Nas redes sociais foi o assunto mais comentado, teve até quem fizesse live, Não faltaram palpites sobre o que poderia ser e sobraram piadas. Aliás, porque as pessoas ficaram temerosas?

A teoria dos velhos políticos pode explicar. O que eles mais temem são os novos políticos e, em especial, os novos eleitores, os jovens. 

Os novos políticos são temidos, justamente por serem imprevisíveis,  porque não têm rejeição  e, claro, porque não têm o chamado (no popularesco),  “rabo preso”.  

No ano que vem, por exemplo, período de eleição, muitos candidatos à reeleição para deputado, estadual e federal, poderão ter surpresas quanto à votação e ver os números despencarem.  Esses já estão trabalhando nos bastidores, buscando parcerias até com as “ovelhas desgarradas”. 

Ocorre que os eleitores estão mais informados, mais antenados, enquanto a maioria dos políticos continua fazendo a velha política, o que não tem convencido os novos eleitores, que estão mais exigentes, conectados com os fatos e, claro, enojados da política.  Para ser ter uma ideia, uma pesquisa eleitoral feita pelo IBOPE, em 2014, mostrou que se o voto não fosse obrigatório, metade do eleitorado não compareceria às urnas. O que é péssimo para a categoria de políticos.

Em Bragança, no último pleito para prefeito, a abstenção, os votos nulos e brancos, superaram a votação da maioria dos candidatos a prefeito.

Tem político buscando a reeleição em 2018, com muito medo porque não consegue enxergar o cenário com clareza. Estão com medo do “helicóptero”, esse que ele já conhece muito bem, mas que ao mesmo tempo, devido às circunstâncias, se torna estranho, imprevisível e provoca temor. Afinal, ninguém está esperando um helicóptero, assim, de madrugada, às escuras e fazendo muito barulho. 

PS: Sobre o helicóptero que sobrevoou Bragança de madrugada, ninguém sabe ao certo do que se tratou. A hipótese que mais convenceu foi a de que ele era de uma empresa de segurança particular. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »