25/01/2017 às 15h16min - Atualizada em 25/01/2017 às 15h16min

Lua de mel

As pessoas com algum tempo de matrimônio, sabem o quanto é importante preservar a lua de mel. Termo milenar que tem mais de uma origem. Uma das mais antigas provem de dois mil anos antes de Cristo, na Babilônia, e diz que o pai da noiva oferecia ao genro, hidromel (mistura de água e mel), para ser consumido nos 30 dias após o casamento, para que o casal tivesse um filho barão. Naquele tempo o calendário era lunar, por isso o termo, lua de mel.

A expressão sobreviveu ao tempo sendo empregada em várias situações, inclusive na política. E não seria outro, o momento mais propício para dizer que muitos municípios vivem a chamada lua de mel. Trata-se das cidades onde houve a renovação de governo, ocasião em que a esperança também é renovada, criando a expectativa e a sensação de que todos os problemas serão resolvidos. Isso acontece na “virada do ano”, que acaba provocando um sentimento de que tudo será diferente. Ocorre ainda, quando troca-se de emprego ou quando retorna das férias. Mas a lua de mel pode ter prazo de validade e, normalmente tem.

Cidades que, assim como Bragança, tiveram a troca de prefeitos, vivem esse momento. Por hora é tudo um “mar de rosas” e, esperançosa, a população aguarda pela realização das promessas de campanha. As reclamações cessam a ponto de sequer existirem. 

Mas isso tem prazo de validade e, apesar do pouco tempo de novo comando, há questões que necessitam de atenção urgente e não se trata de carnaval ou qualquer festa a lá “pão e circo”. Até porque as pessoas estão muito mais “antenadas” e conectadas, do que antes. E, claro, quem tem outras prioridades, como saúde, por exemplo, conta os minutos para ver a transformação. Muitos chefes do Executivo já sentem o peso da cobrança, especialmente nas redes sociais, uma forte aliada dos insatisfeitos. Cabe aos prefeitos e equipe trabalharem para manter a lua de mel, que é a satisfação da população, eleitores ou não. E isso se dá com muito trabalho, mais trabalho do que marketing, selfies e postagens. A população, assim como aquela noiva cheia de sonhos, deseja que a felicidade da lua de mel, perdure e que o noivo, aqui chamado de prefeito, cumpra o que prometeu quando a pediu em casamento, ou melhor..o que prometeu quando pedia votos. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »