07/03/2018 às 13h46min - Atualizada em 07/03/2018 às 13h46min

Nota

Na edição do dia 21 de fevereiro, a prefeitura não enviou no tempo estabelecido pelo Jornal de Bragança e Região, o seu posicionamento sobre a matéria intitulada. “Vereador aponta supostas indicações políticas em contratações da Saúde”. Apesar disso, o JBR traz o que diz a Prefeitura. 

Relembrando, a matéria trouxe os apontamentos feitos pelo vereador Quique Brow (PV), quanto às contratações feitas pela Organização Social Reviva Saúde, gestora de parte da saúde de Bragança. O vereador disse que houve processo seletivo, mas que a empresa não estava chamando os que passaram na avaliação e, que enquanto isso, algumas pessoas, supostamente indicadas por políticos, seguiam empregadas. Sobre isso a prefeitura disse que “As convocações estão sendo realizadas desde a homologação do processo seletivo, de forma a não prejudicar os atendimentos, pois muitos dos que foram classificados não têm experiência no SUS”.
Sobre a acusação de indicações políticas,  a justificativa foi  de que no início das atividades foi necessária a contratação por curriculum, mas agora estão sendo contratados conforme a classificação. 

Quanto ao caso de uma pessoa que passou em terceiro lugar, foi chamada, mas demitida, a prefeitura argumentou que “a pessoa entrou por curriculum e, portanto, sendo acompanhada por todo o tempo em que estava contratada, de forma que sua demissão não foi infundada”.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »