22/02/2017 às 15h39min - Atualizada em 22/02/2017 às 15h39min

Vereadora tem casa “vigiada” antes de votação

Três funcionários da Câmara relataram no dia 17 de fevereiro, em documento oficial, que no dia 15, dia da votação da denúncia contra o prefeito Silas Marques (PSD) e a vice-prefeita, Neusa de Lima (PTB), eles receberam mensagens da vereadora Denise Rodrigues (PTB), dizendo que na frente da sua casa estavam de campana, o prefeito, a vice-prefeita e um diretor da Prefeitura. O motorista da Câmara, Thiago Milani, relatou que foi buscar a vereadora com o carro oficial e acompanhado da Polícia Militar, já que a vereadora teria dito que estava com medo. 

O motorista disse que no trajeto, viu o prefeito, a vice e o diretor, conversando com o esposo da vereadora no pátio da empresa onde ele trabalha, e que posteriormente o marido de Denise teria dito que os três estavam tentando influenciá-lo a convencer a esposa a votar contra o recebimento da denúncia. Já na frente da casa da vereadora estava a primeira-dama, vigiando a casa de Denise.
Outro vereador, Walmir do Ônibus (PR), também fez contato com Thiago dizendo que havia recebido cincoenta ligações de números desconhecidos e que também estava com medo. O motorista também foi buscá-lo em sua casa, e novamente com apoio da Polícia Militar.

A Prefeitura não se manifestou sobre este caso.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »