15/06/2016 às 16h04min - Atualizada em 15/06/2016 às 16h04min

“A justiça foi feita”, afirma prefeito Rafael Ferreira

Prefeito iniciou mandato logo pela manhã de quarta-feira, 15 (Foto: JBR)


Um dia após tomar posse e já sentado na cadeira de Chefe do Executivo de Vargem, Rafael Ferreira (PR), concedeu uma entrevista exclusiva ao Jornal de Bragança e Região, a primeira oficialmente como prefeito, em seu gabinete. Ele falou sobre o que pretende fazer nos duzentos dias que faltam para acabar o mandato, apontou demissões e os desafios que terá.
Rafael é médico legista e também atuava no Programa Saúde da Família, funções que ficarão engavetadas enquanto ocupar o cargo de prefeito. Dr. Rafael, como é chamado, foi eleito em 2012 com Aldo Moyses (DEM), mas foi cassado pelos vereadores de Vargem, em dezembro de 2014, sob a acusação de não residir em Vargem. Ele recorreu e ganhou na Justiça o direito de assumir a Prefeitura, já que Aldo Moyses, também foi cassado em 2015, acusado de improbidade administrativa. 


JBR - Quando o senhor recebeu o resultado do Tribunal de Justiça, o que passou na sua cabeça?
Dr. Rafael -
Foi uma sensação que nunca mais vou esquecer. Foi como tivesse saido um peso das minhas costas, me senti leve em provar que eu não devia nada a ninguém. 


JBR - Vai dar tempo de fazer algo por Vargem em tão pouco tempo de mandato?
Dr. Rafael
- Assim que a gente ganhou a eleição, a população fazia questão de dizer que, na verdade quem tinha sido eleito era eu, e me sinto com esse dever, mas, de fato, não é possível fazer muita coisa em 200 dias, por causa da lei eleitoral que nos restringe bastante. Teremos de lidar com o que já foi feito nesses três anos e meio e tentar entregar a Prefeitura para o próximo prefeito, de maneira mais enxuta.


JBR - Quais são os seus principais desafios ao assumir um mandato que já teve quatro prefeitos?
Dr. Rafael -
O maior desafio será corrigir as falhas que foram apontadas pelo Tribunal de Contas, referentes ao exercício de 2013, que são vícios de licitações, algumas contratações inadequadas, o não cumprimento de metas. Então, adequar a prestação de contas e virar o ano de 2017 zerado, são grandes desafios.


JBR - Como será a sua equipe de governo?
Dr. Rafael -
Hoje, a Prefeitura tem 66 cargos de comissão. Eu acredito que nesses seis meses eu posso reduzir isso, drasticamente. Até porque estamos com a folha de pagamento estourada, com 55%, o que é muito. Vamos deixar uma equipe enxuta, com no máximo dez pessoas, para economizar e tentar fazer alguma coisa com o que sobrar.


JBR - Qual será sua primeiera ação?
Dr. Rafael -
Rever os funcionários de comissão, refazer minha equipe e nesse primeiro dia vou tentar regularizar os funcionários do transporte escolar e da ambulância, que pelo o que eu já andei me inteirando, tem de ser resolvido “pra ontem”.


JBR - O que dizer a população?
Dr. Rafael -
Nesse período que fiquei fora da Prefeitura, eu descobri que eu era muito querido. Muitas pessoas me paravam na rua e diziam para eu ter calma, que rezavam para mim. Então eu quero agradecer a todas essas pessoas e dizer que esses 200 dias são para elas. 


JBR - O senhor é pré-candidato à reeleição?
Dr. Rafael -
Não, não serei. Venho para cumprir esse ciclo, porque agora Vargem vai ter o prefeito que eles elegeram, e com dignidade terminarei esse mandato.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »