23/10/2019 às 12h37min - Atualizada em 23/10/2019 às 12h37min

Professor acusado de abuso sexual é transferido para prisão preventiva

Pelo menos nove crianças teriam sido vítimas do religioso

Foto: Reprodução Facebook


O professor de religião Marcos Bueno Ribeiro, de 41 anos, acusado de estuprar pelo menos nove crianças, passou da prisão temporária para a preventiva. O pedido da preventiva foi feita pela Polícia Civil na sexta-feira (19), e decretada pela Justiça no mesmo dia. Marcos já estava detido desde o dia 20 de setembro e é investigado em nove denúncias, pelas quais agora responderá em prisão. Ele está preso em Sorocaba, em unidade Penitenciária para condenados e suspeitos de crimes sexuais.

O caso

Marcos dava aulas de evangelização para crianças e adolescentes na 1ª Igreja Batista de Amparo. Quando foi preso, ele teria confessado que abusou de oito crianças, mas depois da repercussão do caso, uma nova vítima o denunciou. Os crimes teriam ocorridos nos últimos três anos. As acusações apontam que as vítimas tem entre 8 e 10 anos de idade, sendo que das nove meninas, duas teriam sido abusadas em um acampamento religioso na cidade Monte Alegre do Sul.

O Jornal de Bragança e Região não conseguiu contato com a defesa de Marcos. O espaço está aberto.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »