18/04/2017 às 11h14min - Atualizada em 18/04/2017 às 11h14min

O Raio-X da febre amarela na região

Amparo e Tuiuti registram mortes por febre amarela

Em Tuiuti sobe para 18 o número de macacos mortos (Foto: Reprodução Facebook)


De acordo com o Ministério da Saúde, 202 pessoas morreram no Brasil vítimas da febre amarela. Os dados foram divulgados no dia 7 de abril e somam mortes de dezembro de 2016 até o dia 6 de abril. 
O Instituto Adolfo Lutz confirmou uma morte por febre amarela em Amparo, uma em Tuiuti e uma em Monte Alegre do Sul. A morte de macacos na região é grande, passando de 30. Entenda como está a situação na região bragantina e Circuito das Águas

Amparo - Área de risco
O Instituto Adolfo Lutz confirmou um óbito em humano por febre amarela. Mas a Secretaria de Saúde do município não divulgou os dados da vítima e nem o bairro que ele morava. Seis primatas também morreram. A meta é vacinar 100% da população. A vacina está disponível em todas as Unidades de Saúde da Família, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Atibaia
Não há registros da doença em humano e nem de macacos mortos. Mas a cidade está imunizando a população, devido à proximidade com cidades onde há casos, como Campinas.

Bragança 
Registrou duas mortes de macacos na zona rural. Um foi encontrado no bairro Araras dos Cardoso e teve a confirmação de que estava contaminado com o vírus da febre amarela. O segundo animal, encontrado no bairro Campinho, ainda aguarda resultado da análise. Não há nenhum caso suspeito em humano. Na terça-feira, 18, começou a vacinação na zona urbana, em 12 postos, um deles é o Centro de Saúde do Lavapés. 

Bom Jesus dos Perdões
Não há nenhum caso de macaco morto, nem de humano com suspeita da doença. Só é vacinado quem viaja para áreas de risco.

Lindóia
Não há nenhum caso de macaco morto, nem de humano com suspeita da doença. A população está sendo vacinada através de agendamento.

Pedra Bela 
Não há caso de febre amarela e nem registro de morte de macacos. Apesar disso, a imunização teve início na zona rural e continua gradativamente para atingir toda a população. 

Pinhalzinho
Não há registros de pessoas com febre amarela. Mas 20 macacos foram encontrados mortos em diversos bairros. Eles foram encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz e, até agora, saiu um resultado e foi negativo. Pinhalzinho está vacinando toda a população.

Serra Negra
Não há registros de pessoas com febre amarela e nem de macacos mortos. Apesar disso, a Secretaria de Saúde vem oferecendo a vacinação, que deve ser agendada por telefone. (19) 3842-2622.

Socorro
Registrou duas mortes de macacos, uma no bairro do Serrote, outro no bairro Moraes. Eles ainda estão sob análise. Não há casos em seres humanos, mas os moradores da zona rural devem procurar a vacinação no Centro de Lazer do Trabalhador.

Tuiuti - Área de risco
No sábado, dia 15, mais dois macacos mortos foram encontrados no Parque do Lago, em Tuiuti e recolhidos para analise, aumentando para 16 o número de primatas mortos no município, sendo um confirmado com febre amarela e 15 aguardam resultado.

Morte de humano

No último dia 12, o Instituto Adolfo Lutz confirmou que a causa da morte de um homem de 47 anos em Tuiuti, foi o vírus da febre amarela. O homem morava no centro da cidade, mas trabalhava no bairro Boa Vereda, em Amparo, local que faz divisa com Tuiuti e que está entre as áreas consideradas de risco. O óbito foi registrado no dia 25 de março. 

Vargem 
Um macaco foi encontrado morto na região do bairro Guaraiúva, mas ainda está sob análise. O município está vacinando apenas caminhoneiros e quem viaja para áreas de risco. Vargem aguarda decisão da Regional de Saúde de Campinas para vacinar toda a população. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »