07/07/2021 às 16h59min - Atualizada em 07/07/2021 às 16h59min

Projeto de Lei prevê punição para quem recusar marcas ou laboratórios da vacina

Reprodução Facebook

Após tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19, na terça-feira (6), o prefeito de Amparo, cidade do Circuíto das Águas, Carlos Alberto Martins (MDB), de 41 anos, assinou e encaminhou ao Legislativo do município, um projeto de lei que prevê que as pessoas que se recusarem a tomar a vacina contra Covid-19, de marcas ou laboratórios específicos, irão para o final da fila da vacinação, e só receberão a dose depois do último adulto de 18 anos.

O prefeito informou ainda, que solicitou no PL que a propositura seja votada em sessão extraordinária, já que os vereadores estão em recesso. Ainda de acordo com Carlos Alberto, o projeto prevê que a pessoa que burlar a lei poderá receber multa no valor de R$ 10 mil.

Em sua página, no Facebook, o prefeito postou a seguinte mensagem. “Hoje foi a minha vez de receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Estou feliz demais com essa enorme oportunidade e aliviado de finalmente ter chegado meu dia”.

Até a última segunda-feira (5), cinco município do Estado de São Paulo tinham adotado medida semelhante a proposta que pode ser tornar lei, em Amparo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »