08/08/2018 às 15h41min - Atualizada em 08/08/2018 às 15h41min

Coluna Dr. Antonio Ricardo

O Assunto é sedentarismo

De acordo com estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), o sedentarismo já é o quarto fator de risco a provocar doença cardiovascular, perdendo apenas para o diabetes, a hipertensão e o tabagismo. Por isso, vamos voltar a falar hoje, sobre a importância de trocar o sofá, a cama, a televisão, pela atividade física de forma regular. Isso vale para todas as idades.

No Brasil, o que também nos tem deixado preocupados é o estilo de vida das crianças e adolescentes, entre 11 e 17 anos de idade. Isso, porque de cada cinco pessoas nessa faixa etária, apenas uma faz exercício físico. É bom lembrar que, o sedentarismo é causado por vários aspectos, como uso excessivo do celular, do videogame, o tempo que os adolescentes ficam conectados às redes sociais, a falta de incentivo e até a questão de segurança, que mudou a rotina de muita gente.

Mas há necessidade de que os pais ou responsáveis, incentivem os jovens a praticar alguma atividade física, seja na escola, ou uma caminhada, andar de bicicleta. O importante é se mexer. 

Falando em adultos, é bom reforçar que no Brasil, 50% das pessoas estão obesas ou com sobrepeso, que é outro fator de risco. E deixando de lado a vida sedentária, vai evitar o ganho excessivo de gordura. 

Outro dado alarmante é que no Brasil, apenas cerca de 20% a 23% dos adultos praticam exercícios, o que é uma pena, pois a atividade física para pessoas com mais idade, melhora a flexibilidade, que com o passar dos anos diminui. Além disso, o exercício diminui também o risco de osteoporose, diminui a resistência à insulina e com isso afasta o risco de diabetes, de pressão alta e provoca a perda de peso. Nos idosos, especialmente, há uma natural diminuição de produção de testosterona, mas a pratica de exercício vai melhorar isso, pois vai aumentar a produção desse hormônio. Também com o avanço da idade, ocorre a perda progressiva de massa muscular, e a  atividade física ajuda também nessa questão. 

Ou seja, praticar exercícios tem uma série de benefícios que resultam na qualidade de vida, levando a pessoa a ter uma vida mais saudável e a envelhecer com saúde.

Lembrando que nunca é tarde para começar, então deixe a preguiça e a falta de vontade de lado e, respeitando seu ritmo, comece a se exercitar, pelo menos a fazer uma caminhada. Se você tem algum problema de saúde, consulte seu médico para saber quais exercícios são indicados a você.  

Ah, e mesmo para os mais jovens é recomendado fazer um exame médico antes de sair correndo, nadando ou malhando por ai.  Agora que terminou de ler, pense em uma atividade que gostaria de fazer e coloque seu plano em ação, acabando de vez com o inimigo chamado sedentarismo.

Por hoje é só, fica o convite para que você curta minha página no facebook/DrAntonioRicardo. 

Até a próxima!

Link
Relacionadas »
Comentários »