23/10/2019 às 12h28min - Atualizada em 23/10/2019 às 12h28min

Sabesp desrespeita lei de perturbação de sossego

Empresa foi notificada e, se reincidir, será multada

Foto: JBR


Depois de quebrar o asfalto de algumas ruas do bairro Santa Libânia, em Bragança Paulista, para fazer reparos na rede de água, a empresa Sabesp refez o asfalto, chamado pela própria empresa de provisório, o que ficou bem aquém do ideal. Cobrada pelo Jornal de Bragança e Região, sobre a demora em fazer o asfalto definitivo, a empresa (dias depois), deu início ao trabalho. Porém, para isso, infringiu a lei de perturbação de sossego, começando os serviços na noite do dia 10 de outubro, por volta das 23h, e invadindo a madrugada, ignorando o sossego dos moradores, que reclamaram. “O barulho era tão alto que balançava as janelas de casa”, disse irritado um morador, que apesar de não conseguir dormir, teve de levantar às 5h da manhã. Outra moradora, que levantou para verificar o que acontecia, disse que eram caminhões grandes e máquinas muito barulhentas. “Um desrespeito com os moradores. Não dormi um minuto, porque era muito barulho. Uma falta de respeito”.

A Guarda Civil Municipal (GCM) foi acionada e, no local, a alegação do chefe da equipe da Sabesp foi de que a empresa tinha autorização. Mas o documento apresentado por ele não continha autorização para trabalho em horário noturno, apenas para fechamento de vias.

A Sabesp só parou com o barulho por volta das 3h30 da madrugada, depois que a GCM esteve no local.

O Jornal de Bragança e Região entrou em contato com a Secretaria Municipal de Serviços de Bragança, que informou que “imediatamente após o ocorrido, foi realizada reunião entre o secretário municipal de Serviços Aniz Abib Jr., com representante da Sabesp, no qual o órgão foi notificado e está ciente que caso ocorra novamente, a empresa estará sujeita a multa”.

Ao Jornal de Bragança e Região a Sabesp pediu desculpas pelo incômodo causado e informou sobre os trabalhos realizados no local.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »