28/08/2019 às 10h37min - Atualizada em 28/08/2019 às 10h37min

Consana analisa estudos técnicos de empresas interessadas na concessão do serviço de água

Foto: JBR


A Sabesp completou 10 anos operando em Bragança Paulista, sem contrato.Os municípios de Joanópolis, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Socorro e Vargem, que tiveram os contratos expirados com a Sabesp, entre 2006 e 2010, também continuam sem contrato, sendo que algumas cidades estão nessa situação há 13 anos.

Mas de acordo com a Prefeitura de Bragança, que encabeça o Consórcio de Saneamento Nossa Água (Consana), criado para resolver o problema, a fase atual é de análise dos estudos técnicos feitos pelas empresas que participaram do chamamento público realizado há um ano.

Ainda de acordo com a Prefeitura, o resultado final dessa avaliação deverá ser entregue até o dia 10 de setembro, para depois, com base nos estudos, ser dado início ao processo de licitação. “A diretoria da Consana irá se reunir para decidir sobre o aproveitamento do estudo técnico selecionado para balizar o Edital de Concessão, sendo facultado, ainda, aproveitá-lo apenas parcialmente e promover as alterações e adequações que entenderem pertinentes”, disse.

Das sete empresas que participaram do Chamamento Público, apenas duas apresentaram o estudo no prazo estipulado, sendo a própria Sabesp e a Aegea Saneamento.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »