17/07/2019 às 17h49min - Atualizada em 17/07/2019 às 17h49min

Enterrado corpo de homem que morreu ao tentar atravessar o lago do Taboão

Foto: Felipe Granado


Foi sepultado na manhã de quinta-feira (18), no Cemitério da Saudade de Bragança, o corpo de Waldemar Borges da Silva Filho, de 35 anos, que morreu afogado no lago do Taboão, na noite de terça-feira (16), uma das noites mais frias deste inverno. Segundo informações, a família de Waldemar mora no bairro Planejada I, em Bragança, mas ele estava em situação de rua. 

O Caso

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Waldemar estava à margem do lago, próximo a uma churrascaria, quando populares teriam prometido pagar a ele o valor de R$ 10,00 e um litro de pinga, se ele nadasse até a outra margem, na Av. Dom Pedro I. Ele entrou no lago, mas pouco depois submergiu. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, através dos mergulhadores, o corpo foi encontrado há cerca de três metros de profundidade.

O que diz a Polícia

Ao Jornal de Bragança e Região, o delegado titular Dr. Sandro Montanari explicou que o caso foi registrado como morte acidental por afogamento. 

Sobre a aposta ou “brincadeira” do desafio, o delegado disse que não tem ninguém que tenha confirmado que fez essa aposta ou brincadeira. “Mas ainda que seja confirmado, nós estamos instaurando inquérito para confirmar, nós precisamos saber se quem brincou, tinha conhecimento se a vítima sabia, ou não, nadar, pra ver se tem alguma responsabilidade. Algo complexo”, disse.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »