13/03/2019 às 14h04min - Atualizada em 13/03/2019 às 14h04min

SAMUVET é inaugurado e presta vários atendimentos

Foto: DIMP


Foi inaugurado em Bragança, na segunda-feira (11), o Samuvet, ambulância equipada especialmente para atender cães e gatos de rua, em situação de emergência e urgência. E na estreia do serviço, o primeiro animal a ser atendido foi um cachorro. Em três dias foram oito atendimentos. E, de acordo com o secretário do Meio Ambiente de Bragança, Alexandro de Souza Morais, 80% dos casos, nos três primeiros dias de funcionamento do novo serviço, são de cães e 20% de gatos. 

Ele contou que foram vários atendimentos, entre eles, atropelamento, afogamento, gato doente preso em árvore e reanimação. Um dos casos foi na Rodovia Capitão Barduíno, aonde a equipe do Samuvet chegou antes que o D.E.R. “A equipe recebeu o chamado e, rapidamente se deslocou até o local, iniciando os primeiros socorros. E muitas vezes contamos com apoio do Corpo de Bombeiros, como no caso do gato em árvore e de afogamento”, disse ao explicar que a viatura do Samuvet é equipada, entre outras coisas, com desfibrilador, monitor cardíaco, oxigênio, anestésicos e medicamentos. A equipe é formada pelo condutor da ambulância e por um médico veterinário. “Assim que acionada, a equipe se dirige até o endereço informado, e o médico veterinário já dá início aos procedimentos de socorro. Enquanto isso, o animal é transportado para a clinica da entidade Faros D´Ajuda, onde o atendimento é finalizado”.

O Samuvet funciona 24 horas, inclusive aos finais de semana, e pode ser acionado através do (11) 9 4304 1312, mas apenas para atendimentos a cães e gatos de rua, em estado de urgência e emergência. “Pedimos para que a população entenda a finalidade desse serviço, que utilizem, de fato, pra emergência e urgência. Esse número também é WhatsApp, então as pessoas podem mandar fotos ou pequenos vídeos do animal a ser atendido”, disse ao informar que o Samuvet foi implantando em Bragança com recursos da própria Prefeitura, depois de uma sugestão dada pelo deputado Edmir Chedid (DEM), que já conhecia esse serviço.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »