17/10/2018 às 08h59min - Atualizada em 17/10/2018 às 08h59min

Agência atacada por bandidos ainda não tem previsão de reabertura

Foto: JBR


Depois dos ataques nas agências bancárias do Itaú e Banco do Brasil, no dia 26 de setembro, os correntistas seguem aguardando a reforma dos prédios e a volta dos atendimentos presenciais. 

O Jornal de Bragança e Região entrou em contato com o Banco do Brasil, para saber se há previsão de retomada dos atendimentos.
O BB informou que os fornecedores já foram acionados para recompor as estruturas danificadas, mas não deu previsão de reabertura. A assessoria do BB, disse que como alternativa, os clientes podem utilizar a Lotérica e o Banco Postal, para saques e consulta a saldos e extratos, recebimento de benefício (Banco Postal) e pagamento de conta, localizados nas imediações da agência. “Além disso, o BB se faz presente através de suas soluções digitais de atendimento, seja pelo Aplicativo BB para telefone celular (smartphone) como pelo portal do BB na internet, e também pela Central de Atendimento BB (0800-729-0001)”, informou a assessoria de imprensa. O JBR não conseguiu contato com o Itaú.

Ataques 

As duas agências, que ficam na mesma rua, foram explodidas na madrugada do dia 26 de setembro, por uma quadrilha que agiu com cerca de doze homens, fortemente armados. Eles conseguiram fugir, mas boa parte do bando foi presa na região metropolitana de São Paulo, na noite do dia 27. O líder da quadrilha, Rui Carneiro, foi preso em Mairiporã.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »