30/05/2018 às 13h13min - Atualizada em 30/05/2018 às 13h13min

Feriado prolongado tem queda no setor hoteleiro

Águas de Lindoia, Serra Negra e Socorro somam quase 17 mil leitos em hotéis

Foto: Site Prefeitura Serra Negra


Um feriado de Corpus Christi, atípico no Brasil todo e que afeta negativamente o turismo, como na cidade de Serra Negra, no Circuito das Águas, que tem uma grande rede hoteleira, setor que já sente as conseqüências da greve dos caminhoneiros. O Jornal de Bragança e Região ouviu André Marinos, primeiro secretário da Associação de Hotéis, Restaurantes e Similares de Serra Negra (ASHORES), que falou sobre o prejuízo no setor. “Não tenha dúvida que o feriado sempre traz muitos turistas para Serra Negra. Mas esta greve está atrapalhando de uma forma geral, traz prejuízo, sim, para a região toda e para os hotéis”, disse ao não falar em dados percentuais, pois há cancelamentos de hospedagem, mas também há mudança de datas. “A questão de porcentagem de queda é pontual, varia de hotel para hotel, mas é difícil mensurar os prejuízos”, disse ao falar que será um feriado anormal, com menos turistas. 

André disse que, se fosse uma situação normal, os turistas já estariam chegando aos hotéis na quarta-feira (30). “Mas as coisas tendem a melhorar”, disse otimista ao se referir ao reabastecimento gradativo que começou na noite de terça-feira (29).
Serra Negra possui 8.500 leitos em hotéis, Águas de Lindoia 5.500 e Socorro 2.500.  

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »