02/05/2018 às 13h14min - Atualizada em 02/05/2018 às 13h14min

Jogadores reclamam das más condições de Ginásios de Esportes

Ginásio Agostinho Ercoline (Foto: Leitor JBR)


Alguns atletas que estão disputando o Torneio dos Trabalhadores de Bragança, relatam dificuldades enfrentadas na realização das partidas, por causa das más condições de três, dos quatro, Ginásios de Esportes do município.

 A situação mais crítica, segundo um dos que disputam o torneio, é do Ginásio Agostinho Ercoline (Jardim Recreio). “Quando chove, ele fica alagado. Uma pessoa que sempre está lá, disse que o teto também está com problemas”.

No principal Ginásio, o Dr. Lourenço Quilicci (Lourenção), os tacos que revestem o piso estão soltos. “Colocaram fitas de colar tênis em cima dos tacos para prender. Mas, no sub-18, um jogador quase se machucou. Está perigoso”, disse um jogador de futebol de salão, que reclama que outro Ginásio, o Francisco Virgili, na Vila Garcia, não pode ser usado. “A informação que nos passaram é que ele não será liberado porque está sendo usado como depósito de cadeiras e carteiras escolares”, disse ao afirmar que o único Ginásio em condições de uso é o Rubens Batazza, na Planejada II.

Outro lado

A Prefeitura informou que “A Administração segue com um trabalho árduo e contínuo na manutenção da cidade e dos prédios públicos e que os Ginásios Municipais de Esportes seguem recebendo os serviços, como por exemplo, a revitalização realizada, nesta gestão, do Campo Municipal - Estádio Cícero de Souza Marques. A Prefeitura vem administrando todos os problemas encontrados nos GMEs, com serviços emergenciais, manutenções e reparos. Assim como está na agenda da Administração a revitalização de todos os CILES da cidade, os Ginásios também seguem na programação”, disse a Prefeitura.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »