05/07/2017 às 14h56min - Atualizada em 05/07/2017 às 14h56min

Procissão e missa marcam celebração à Santa Paulina



No domingo, 9 de julho, Bragança celebra o Dia de Santa Paulina, que viveu em Bragança Paulista de 1909 a 1918, morando na Santa Casa de Misericórdia e depois, no Asilo São Vicente de Paulo (do Jardim Público), onde trabalhou como lavandeira, faxineira e enfermeira, cuidado de doentes e idosos inválidos. Ela nasceu na Itália, mas é considerada a primeira santa brasileira, já que se mudou para o Brasil quando tinha apenas 10 anos. As duas instituições possuem relíquias da santa. 

Celebração
A novena à Santa Paulina, em Bragança, teve início no dia 30 de junho e segue até sábado (8).  Já no dia 9, que marca a morte de Santa Paulina, os devotos sairão em procissão da Capela da Santa Casa de Misericórdia, às 15h, e seguirão até o Asilo São Vicente de Paulo, onde o Bispo Diocesano Dom Sérgio Colombo, irá celebrar a missa. Em seguida, haverá quermesse no pátio do Asilo. A Rádio O Caminho FM de Bragança Paulista, transmitirá a missa campal ao vivo, que poderá ser ouvida também pelo site www.ocaminhofm.com.

Canonização
Em 1991, Madre Paulina foi beatificada pelo Papa João Paulo II, em Florianópolis (SC). No dia 19 de maio de 2002, ela foi Canonizada na praça de São Pedro, no Vaticano, e passou a ser chamada de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus. Este ano marca 75 anos de sua morte. Ela tinha 76 anos quando faleceu por complicações de diabetes. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »