13/04/2016 às 15h29min - Atualizada em 13/04/2016 às 15h29min

Acupuntura, bom pra cachorro!

Foto: JBR


Já é comprovado cientificamente que a acupuntura – tratamento da milenar e tradicional medicina chinesa - traz inúmeros benefícios aos humanos. Mas atualmente,  a técnica está ganhando espaço e fazendo sucesso também nas clínicas veterinárias. 

O tratamento tem como meta, fazer com que o organismo se equilibre através de reações físicas provocadas pelas agulhas. Nos animais, com patologias decorrentes da degeneração do sistema nervoso, ósseo e muscular, em quadros neurológicos, como no combate as sequelas da cinomose e lesões neurais e distúrbios comportamentais.
De acordo com a médica veterinária e fisioterapeuta, Pryscila de Rossi, existe um mapa de pontos para serem estimulados com a agulha feito para os seres humanos e adaptado para os animais. “A medicina tradicional chinesa não trata a doença, ela trata o desequilíbrio das energias, dos meridianos. Por exemplo: o meridiano do rim não tem a ver com o órgão anatômico do rim. Para os chineses, os meridianos do rim correspondem aos tendões e ossos. Se eu tenho um cachorro com problemas 
nisso, eu vou usar bastante pontos dos meridianos do rim”, explica. 
A acupuntura veterinária é reconhecida como especialidade pelo CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária) desde 1995. Ainda de acordo com Pryscila, a técnica é muito evoluída em todo mundo. Em São Paulo é bastante consolidada, mas na região bragantina, embora o quadro esteja mudando, não é muito conhecida. 
Todos os animais podem receber o tratamento: cavalos, bois, cães, gatos e até animais silvestres. É contraindicado para animais muito agitados, ariscos, que não conseguem ficar com as agulhas. “Não vale a pena fazer, porque vai deixar o animal mais estressado ainda e não vamos atingir o objetivo que é equilibrar os meridianos”, afirma a médica veterinária. 
Uma sessão de acupuntura veterinária custa, na região, em torno de R$ 80. Se seu pet está com algum problema citado na matéria, vale a pena tentar a acupuntura. A técnica sozinha não faz milagre, é preciso que ela seja utilizada junto com outros tratamentos indicados para cada caso. Procure por um médico veterinário especialista na área e dê mais qualidade de vida ao seu animal.

 

 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »