23/03/2022 às 18h10min - Atualizada em 23/03/2022 às 18h10min

Programa Dignidade Íntima vai distribuir absorventes para alunas da rede estadual

Programa foi iniciado em 2021, mas agora virou lei

Foto: Governo do Estado de São Paulo


O governador João Doria sancionou o projeto que torna lei o "Programa Dignidade Íntima", lançado em 2021, e que garante a distribuição de produtos de higiene íntima para alunas da rede estadual, visando o combate à pobreza menstrual, no Estado de São Paulo.
A sanção, que passa a ter efeito imediato, será publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial.

De acordo com o Governo, haverá ações para que o Programa seja colocado em prática, sendo:
️

Repasse de R$35 milhões em 2022;
️

Ampliação para 157 mil alunas do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza;
️

Reforço nas campanhas educativas para acesso à informação sobre saúde e higiene menstrual;
️

Reforço sobre a possibilidade de aquisição de coletores menstruais.

 
"O Dignidade Íntima une profissionais e estudantes no combate à pobreza menstrual e evasão escolar. Em 2014, a ONU reconheceu o direito das mulheres à higiene menstrual como uma questão de saúde pública e de direitos humanos", disse a assessoria de imprensa do Governo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »