07/03/2022 às 09h54min - Atualizada em 07/03/2022 às 09h54min

Corpo encontrado em terreno é identificado pela família

Rapaz tinha 37 anos



 

 O corpo de um homem foi encontrado em um terreno baldio próximo à antiga empresa Italmagnésio, na Vila Garcia, no início da noite de domingo, dia 6. Policiais Militares foram acionados e constataram o corpo já em rigidez cadavérica e adiantado estado de decomposição.

Equipe de perícia técnica esteve no local e em seguida o corpo foi encaminhado ao IML para exames necroscópicos e identificação da causa da morte. Enquanto os policiais preservavam o local até a chegada da perícia, populares munidos de barras de ferro e pedaços de pau tentaram invadir o terreno, chegando a investir contra os policiais, sendo necessário apoio de outras viaturas.

O que disse a família no BO

Uma pessoa compareceu ao local e reconheceu o corpo como sendo de seu irmão Célio Augusto Pereira, 37 anos. Ele contou que seu irmão foi visto pela última vez na terça feira, dia 1º, quando foi até a casa de sua mãe para pedir uma roupa, se queixando de dores nas pernas por conta das varizes que possuía. Como a mãe possuía uma medida protetiva de afastamento contra Célio, apenas lhe deu a roupa e ele foi embora.

Naquela mesma terça-feira, Guardas Civis Municipais foram até a residência de sua mãe para deixar seu irmão, pois ele estava arrumando confusão na UPA, mas ao serem informados da medida protetiva, o levaram embora, deixando-o em uma praça próximo à residência da mãe. Consta ainda, que Célio era usuário de drogas e bebida alcóolica e sempre brigava com sua mãe, motivo da medida protetiva. O caso foi registrado no Plantão Central da Polícia Civil e será investigado pela DIG

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »