16/12/2015 às 00h49min - Atualizada em 16/12/2015 às 00h49min

Abaixo-assinado pretende derrubar aumento do salário dos vereadores

Grupo se reuniu na pracinha do Rosário, na terça-feira (Foto: JBR)


Um grupo de bragantinos, liderados por Tales Machado, do Movimento Outra Bragança (MOB) fez na terça-feira, dia 15, a segunda reunião para debater ações que visam revogar a lei que autoriza aumento nos salários dos vereadores, prefeito, vice e secretários.

O grupo se reuniu na praça Princesa Izabel (Pracinha da Igreja do Rosário) e desta vez a proposta apresentada foi o da realização de um abaixo-assinado pedindo a revogação do decreto,e não mais de um projeto de lei popular. Outra proposta diz respeito a solicitação de Audiências Públicas para discutir a equiparação dos salários dos vereadores aos dos professores.

O abaixo-assinado começa a receber assinaturas a partir de sábado, dia 19, quando as listas percorrerão a praça Raul Leme e o Mercado Municipal, ambos no centro.

Quem quiser assinar o documento pode ainda baixar na página do facebook, Contra o aumento de salários dos vereadores em Bragança.

Reajuste

O reajuste foi de quase 68% nos salários dos vereadores, que passará dos atuais R$ 7.107,22 para R$ 11. 927, 00, em janeiro de 2017.  O salário do prefeito (a) sobe  de R$22.693,28 para R$ 27.010,40. O do vice-prefeito e dos secretários, vai de R$10.927,57 para R$12.012,68.

O projeto que autoriza o aumento foi aprovado por 17 votos a favor e 01 contrário (do vereador Marcus Valle). O presidente só vota em caso de empate.  A autoria do projeto é da Mesa Diretora.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »