18/11/2015 às 00h09min - Atualizada em 18/11/2015 às 00h09min

Crise financeira em Bragança afeta modalidade esportiva

Foto: JBR


Atletas de voleibol, que treinavam no período da noite tiveram os horários dos treinos reduzidos. A determinação, segundo alguns jogadores, é para que as lâmpadas dos Ginásios de Esportes, não sejam acesas. Com isso, os treinos das equipes do vôlei masculino adulto, que antes aconteciam das 19h às 22h (às segundas) e os que eram das 17h30 às 22h (Terça e quinta), foram prejudicados.

Segundo Lucas Matheus Pugas da Silva, que há mais de 5 anos, treinava nesses horários, eles foram informados de que foi uma decisão do prefeito para economizar com o gasto de energia elétrica. “Está errado isso. Agora eu só posso treinar de dia. E quem trabalha?”, disse ao contar que no caso dele será possível treinar junto com a equipe feminina no período da tarde, mas só neste ano, já que em 2016, ele que fará faculdade à noite.

Ainda segundo Lucas, no Ciles do Lavapés, também não é mais possível treinar até às 22h, como antes. “Lá, o horário também foi limitado até às 19h. Isso é ridículo”, lamentou.

A Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer, através da assessoria de imprensa da Prefeitura, disse que as aulas de vôlei ou de outra modalidade não foram suspensas no município. “Recentemente, foi realizado ajuste nos horários, para que as aulas terminassem até às 20h, com o intuito de economizar energia, não só nos ginásios do Jardim Recreio e Planejada, como nos demais da cidade”, esclarece.

A assessoria confirmou que essa e outras medidas, são em razão da crise financeira, que visam garantir que serviços públicos essenciais não sejam afetados.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »