14/06/2021 às 16h24min - Atualizada em 14/06/2021 às 16h24min

Bragança volta a estado crítico da pandemia

Município não tem mais vagas



Bragança chega novamente ao colapso no sistema de Saúde, com mais de 100% de ocupação em leitos de UTI, fila de espera para internações e número alto de pacientes transferidos para outras cidades.

No Boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, na manhã desta segunda-feira (14), o município está com 102% de taxa de ocupação na UTI e com 8 pessoas aguardando vaga. Já, na enfermaria a ocupação é de 100%, tendo 7 pessoas precisando de internação, mas tendo que esperar. Na UPA Vila Davi, 70% dos 20 leitos, estão ocupados.

O município transferiu nas últimas 24 horas 7 pacientes para outras cidades, justamente por falta de leitos em Bragança. Na manhã desta segunda-feira (14), eram 100 pessoas internadas, sendo 79 já testadas positivas e outras 21 sob suspeita.
 
Óbitos
Bragança chegou a 428 mortes por Covid-19, tendo registrado dois novos óbitos, sendo de duas pessoas do sexo masculino, com 56 e 67 anos. As mortes ocorreram na quinta-feira, dia 10 e na sexta-feira, dia 11. Há ainda uma morte suspeita.

Novas Medidas


No domingo (13), a cidade chegou a ter 22 pessoas aguardando leitos de UTI e 34 de enfermaria. Diante disso, a assessoria de imprensa da Prefeitura informou que o Comitê de
 Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 se reuniria para avaliar medidas ante o crescimento de casos de Covid-19 em Bragança Paulista.
Mas, até o fechamento desta matéria, às 16h30, desta segunda-feira (14), nada havia sido divulgado sobre as possíveis novas medidas.
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »