08/04/2021 às 15h09min - Atualizada em 08/04/2021 às 15h09min

Apesar da pandemia, Energisa segue fazendo investimentos



De acordo com a Energisa Sul-Sudeste, foram investidos cerca de R$ 31 milhões nas regiões de Bragança Paulista e Sul de Minas Gerais ao longo do ano de 2020. “Mesmo em um período de restrições por conta da pandemia da Covid-19, o montante foi empregado em diversas iniciativas, com o propósito de garantir e melhorar o fornecimento de energia nos 15 municípios onde empresa atua”, disse a assessoria de imprensa da concessionária de energia elétrica.
         
De acordo com o diretor Técnico e Comercial da Energisa, Rodrigo Brandão Fraiha, a prioridade da empresa é oferecer um serviço cada vez melhor aos clientes. “Estamos atentos e atuando com foco para vencermos esse momento tão difícil que a pandemia nos trouxe. O cenário atual é um novo desafio para o setor elétrico. Por isso, seguimos à risca diversos protocolos para garantir a saúde e a segurança dos nossos profissionais, atuando com os nossos trabalhos de melhoria e modernização para levar energia elétrica com qualidade para os nossos clientes”, destacou.

Investimentos     

No pacote dos R$ 31 milhões, estão contempladas as obras da segunda Subestação (SE) de Extrema (MG), a SE Extrema II, beneficiando moradores desse município e também de Vargem (SP); a conclusão da nova linha de distribuição de alta tensão de 138 mil volts, que levou melhorias a 46 mil clientes também de Vargem e no sul de Minas Gerais; a aquisição de uma subestação móvel de energia, um equipamento utilizado em situações de contingência e durante as manutenções programadas na região, que visa dar mais agilidade e flexibilidade no atendimento das ocorrências, evitando que os clientes fiquem sem energia; e também obras de melhorias e modernização na subestação de energia JQM, que atende boa parte de Bragança Paulista, e fica localizada na Vila Mota. 

A Energisa  disse ainda, que realizou  também trabalho preventivo de manutenções nas áreas urbanas e rurais das 15 cidades atendidas. Além disso, tem novas ações previstas no cronograma, como o plano de modernização e automação das redes de energia, com a instalação de equipamentos que visam agilizar o restabelecimento da energia. “  Desde 2014, quando assumiu a concessão, a distribuidora já investiu cerca de R$ 1 bilhão, visando a melhoria contínua do fornecimento de energia das localidades onde atua”, disse a assessoria ao lembrar que no ano passado, apesar das medidas de contenção à pandemia de Covid-19, a Energisa Sul-Sudeste encerrou o período com mais de R$ 190 milhões em investimentos.     

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »