09/03/2021 às 16h38min - Atualizada em 09/03/2021 às 16h38min

14 pacientes estão em fila de espera

Prefeitura afirma que a partir desta quarta, novos leitos deverão entrar em operação

SECOM


Nesta terça-feira (9), Bragança completa dez dias seguidos de UTIs lotadas. No dia 26 de fevereiro, a taxa de ocupação ainda estava em 96%, mas no dia seguinte, dia 27, chegou a sua capacidade máxima de 100%.
De lá parra cá, a situação continua sendo a de colapso, já que os leitos em enfermaria também estão lotados.

Fila de Espera
Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, na manhã desta terça-feira (9), 14 pacientes de Bragança, aguardavam vagas, sendo sete aguardando leito em UTI e 7 em enfermaria.

Mais Leitos
Prefeitura anunciou na segunda-feira (8), que o Governo do Estado liberou R$ 1.708.339,02 para o custeio de mais 16 leitos de UTI para a Região Bragantina (13 leitos de UTI no Complexo Hospitalar Santa Casa e também para o custeio de leitos do Hospital Bragantino, que são 3 de UTI e 6 de enfermaria).

Dessa forma, a partir desta quarta-feira, (10), a região passará a contar pela primeira vez com 49 leitos de UTI-Covid, sendo 16 no Hospital Universitário São Francisco, 03 no Hospital Novo Bragantino, 23 no Complexo Hospitalar Santa Casa de Bragança Paulista e 07 na Santa Casa de Socorro.

Mais 4 óbitos
Mais três pacientes evoluíram para óbito e uma morte foi confirmada como sendo Covid-19. As mortes recentes são:
Paciente do sexo feminino, 74 anos, estava em UTI e faleceu no domingo, dia 7.
Paciente do sexo feminino, 64 anos, estava em UTI e evoluiu para óbito na segunda, dia 8.
Paciente do sexo feminino, 82 anos, estava hospitalizada, vindo a falecer nesta terça-feira, dia 9.
Além dessas três mortes, um óbito suspeito foi confirmado por Covid-19 sendo: Paciente do sexo masculino, 63 anos.
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »