10/02/2021 às 18h01min - Atualizada em 10/02/2021 às 18h01min

Homem usa simulacro de arma de fogo, para ameaçar de morte funcionário de uma empresa

Assessoria de Imprensa Polícia Militar


Rodrigo Gouveia foi preso nesta quarta-feira (10), depois de ameaçar de morte um funcionário de uma empresa de blocos, localizada no bairro Biriça do Campinho, zona rural de Bragança.

Quando a Polícia Militar chegouà empresa, Rodrigo, que é conhecido pelo apelido de Zóio, já havia deixado o local.
A vítima contou que Zóio portava uma arma, aparentando ser uma pistola da cor preta. Diante das informações, a PM, que já conhecia o acusado, pois ele já vinha causando problemas no bairro, passou a fazer buscas pelas imediações.

Ao perceber a presença da viatura, Zóio, que dirigia um carro azul, com placas de Diadema, abandonou o veículo e saiu correndo a pé. Mas foi alcançado e rendido pelos policiais e, ainda assim, ele tentou reagir, mas foi imobilizado. Na cintura dele, os policias encontraram um simulacro de pistola na cor preta, e no bolso da bermuda, uma porção pequena de maconha.

Zoio disse que não possuía arma de fogo, apenas o simulacro. Ele contou que, um dia antes, havia se desentendido com o funcionário da empresa de blocos e que também havia entrado na casa do funcionário e subtraído uma televisão led.

Ele foi levado à Delegacia e autuado por ameaça, apreensão de objeto e porte de entorpecente.
O veículo foi apreendido, pois estava com o licenciamento vencido, sendo que Zóio também não possui habilitação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »