09/10/2019 às 22h25min - Atualizada em 09/10/2019 às 22h25min

Seguindo a legislação, homenagem à Nossa Senhora terá show pirotécnico

Organizadores manterão tradição, mas sem fogos de artifício com barulho

Foto: JBR


Neste ano, a tradicional procissão de Nossa Senhora Aparecida de Bragança Paulista, realizada no dia 12 de outubro, completa 37 anos, porém com uma adaptação. É que desde o último mês de maio, está em vigor a lei que proíbe a soltura de fogos de artificio, acima de 65 decibéis. Portanto, seguindo a legislação, os organizadores decidiram fazer um show pirotécnico. “Ao meio-dia em ponto acontecerá um espetáculo pirotécnico, totalmente diferente de todos os anos, mantendo a tradição, porém já nos moldes da lei”, disse Jayme Grasson, um dos organizadores.

Mas as homenagens à santa começam antes, com a também tradicional procissão, que sai da rua São João Batista, 75, no bairro Santa Libânia, de onde os fiéis seguem acompanhando o andor que leva a santa, até a praça Chico Major, no bairro Lavapés, procissão que foi uma iniciativa de Monsenhor José Lélio Mendes Ferreira, que morreu em 2011.

Na chegada ao Lavapés, a santa é recebida por outros devotos e, então é realizada uma celebração. Tem ainda a distribuição de mais de 3 mil rosas, entre as que enfeitam o andor e as entregues aos fiéis. Ao meio-dia, como é tradição, ocorre a homenagem nos céus, que neste ano será com um show pirotécnico.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »