16/05/2018 às 20h41min - Atualizada em 16/05/2018 às 20h41min

Sérgio Moro condena cidadão bragantino



O juiz da “Lava Jato”, Sérgio Moro, condenou no domingo (13), treze réus, entre eles o cidadão bragantino, Rodrigo Morales, que em dezembro de 2016 contou em depoimento a Moro, como funcionava o esquema de lavagem de dinheiro da qual sua empresa, a MRTR, fazia parte.  Rodrigo Morales foi condenado a 6 anos e dez meses de prisão em regime semiaberto. A mesma pena foi aplicada ao seu sócio, Roberto Trombeta. Na época, Morales contou que a MRTR agia com intuito de gerar caixa 2 para a empreiteira OAS, uma das envolvidas nas operações de propina à Petrobras. 

Rodrigo Morales é advogado, nascido em Dracena, interior de São Paulo, mas morava em Bragança, onde formou família e ficou muito conhecido na alta sociedade. Ele patrocinava clubes de futebol, como o Ferroviários, comprou vários imóveis e construiu vários prédios que alugava para o poder público.

Em 2014, ele recebeu o título de cidadão bragantino, concedido pela Câmara Municipal. 

O Jornal de Bragança e Região não conseguiu contato com Rodrigo Morales, mas o espaço está aberto.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »