12/10/2016 às 09h06min - Atualizada em 12/10/2016 às 09h06min

Prefeitos esticam o feriado santo

Creche Maria Elisa Quadros Câmara (período integral), fechada três dias seguidos (Foto: JBR)


Em quatro, das onze cidades onde o Jornal de Bragança e Região circula, foi decretado ponto facultativo na quinta e sexta-feira, dias 13 e 14. É o caso de Amparo, Bragança, Pedra Bela e Tuiuti, que emendaram o feriado. Um problema para quem depende de serviços oferecidos pela Prefeitura. É o caso de uma mãe, que preferiu não ter o nome revelado, que tem uma filha pequena e depende da creche para poder trabalhar. “Eu não tenho com quem deixar minha filha, então como é que eu vou trabalhar?”, indagou.

A Prefeitura de Bragança, através da assessoria de imprensa, disse que os dois pontos facultativos foram decretados por “conveniência administrativa e por economia de despesas. Não será afetado o calendário escolar”, disse ao acrescentar  que “as creches de período integral só funcionam durante o período de férias escolares, por sinal, com baixa demanda”.
Em Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Lindóia, Pinhalzinho, Serra Negra, Socorro e Vargem, o expediente só foi interrompido no dia 12, voltando ao normal na quinta e sexta-feira.

Uma semana de feriado

A cidade que mais chamou a atenção foi Monte Alegre do Sul, onde o prefeito Carlos Alberto (PSB), decretou quatro dias de ponto facultativo, dois antes do feriado de quarta-feira e dois depois. Dessa forma, desde segunda-feira, 10, nenhum serviço público municipal está funcionando, salvo os emergenciais. No total, são cinco dias úteis de fechamento. A Prefeitura alega economia. 

Próximos feriados prolongados 

Dia 28 de outubro é comemorado o dia do funcionário público, mas o feriado será no dia 31. No dia 1º é ponto facultativo que emenda com o dia 2, feriado de finados, somando três dias seguidos sem expediente nas repartições públicas municipais de Bragança.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »