28/09/2016 às 11h02min - Atualizada em 28/09/2016 às 11h02min

O primeiro debate realizado por um jornal de Bragança Paulista

Bruno Leme (PT), a jornalista Luci Miranda (mediadora), Renan Oliveira (PSOL), Herik Bernardino (CEO - JBR) e Gustavo Sartori (PSB) (Foto: JBR)


A manhã do dia 27 de setembro de 2016 vai ficar marcada na história de Bragança Paulista, com seus 251 anos. O Jornal de Bragança e Região, com menos de dois anos de fundação, se tornou o primeiro jornal a realizar um debate entre os candidatos a prefeito do município. 

O debate, que começou às 9h, reuniu três, dos quatro candidatos. Bruno Leme (PT), Gustavo Sartori (PSB) e Renan Oliveira (PSOL). 

O JBR teve uma importante parceira, a Rádio O Caminho FM, que em 2012, também entrou para a história política da cidade ao realizar o primeiro debate da história entre candidatos a prefeito de Bragança Paulista. Com a parceria, o debate também foi transmitido pela frequência 105,9, pelo site da emissora ocaminhofm.com (com som e imagem) e pelos aplicativos. 

Debate
Foram seis blocos, sendo três com temas determinados (Educação, Emprego, Cultura, Meio Ambiente, Mobilidade Urbana, Saúde, Segurança, Enchente e Transporte Coletivo). Os temas foram previamente definidos com a assessoria dos candidatos. Outros três blocos foram com temas livres.

Cada participante teve o tempo de 30 segundos para fazer a pergunta, 1 minuto e meio para a resposta, 1 minuto para a réplica e 1 minuto para a tréplica. Ao final, cada candidato teve 2 minutos para as considerações finais.

O formato permitiu que os candidatos ficassem frente a frente para debaterem os temas. 

Ao final, os candidatos falaram sobre o encontro. Bruno Leme agradeceu. “Só temos a agradecer ao Jornal de Bragança e Região e a Rádio O Caminho FM, por essa oportunidade de mais uma vez estar debatendo com a população, aquilo que a gente acredita no campo das ideias. Lamentar mais uma vez, a não participação de um candidato, que não participou de nada, que não tem a participação popular, nem o conceito de gestão pública. Quero agradecer aos outros dois candidatos pela campanha que estamos tendo no campo das ideias”. 

Renan Oliveira, do PSOL, que na propaganda eleitoral de rádio e tevê, tem pouco tempo, também enalteceu o momento democrático. “Agradeço imensamente ao Jornal de Bragança e Região e a Rádio O Caminho FM, porque nós temos só 20 segundos na teve e no rádio , enquanto o candidato cassado, tem cinco”. 

Gustavo Sartori destacou a importância do encontro. “Quero agradecer a toda equipe do Jornal de Bragança e Região e da Rádio O Caminho FM. Acho muito importante o que foi feito aqui hoje, é muito importante porque é mais um espaço democrático para chegarmos até os eleitores”, disse.

Estrutura
O debate foi realizado em um estúdio idealizado pela equipe de engenharia do Jornal de Bragança e Região e da Rádio O Caminho FM. Foram 4 meses de preparação e mais de 20 profissionais envolvidos, responsáveis pela criação do cenário, púlpito, iluminação, áudio, vinheta, cronometragem, e, claro, da própria transmissão, feita com captação em alta definição. No dia debate, uma grande equipe de profissionais com experiência em grandes transmissões, inclusive debates, trabalhou na transmissão. Além disso, o encontro foi acompanhado pelo advogado do Jornal de Bragança e Região e da Rádio O Caminho FM, Dr. Enzo Montanari, responsável por analisar as solicitações de direito de resposta. 

Jesus Chedid
Jesus Chedid (DEM), cuja candidatura está sub júdice, não compareceu. A sua assessoria informou que o motivo era “compromissos anteriormente agendados”. A direção do Jornal de Bragança e Região, sugeriu nova data e horário e, mesmo assim, sua assessoria disse que ele não poderia comparecer.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »