27/02/2019 às 07h49min - Atualizada em 27/02/2019 às 07h49min

As superpoderosas do carnaval

Fran Pereira, Vanessa Nogueira, Fran Calazans e Lilian Cortese


Em 2019 elas são maioria à frente das escolas de samba do Grupo Especial. Das cinco agremiações, três têm como presidente, uma mulher. Mas, claro, todas acumulam grande experiência no quesito carnaval.

Além das presidentes, outra importante figura feminina está no comando do carnaval de Bragança. É Vanessa Nogueira, secretária de Cultura e Turismo, pasta responsável pela realização do evento.

Conheça quem são elas

Francine Pereira, a Fran, estreou como presidente da Dragão Imperial em 2018 e, de cara, conquistou o tricampeonato. Além de presidente, ela é uma das fundadoras da azul e rosa, portanto, há 35 anos se dedica à “Família Imperial”, apelido carinhoso da agremiação. 

Fran é formada em Educação Física e atua com grupos da Melhor Idade. Além disso, é presidente do Fundo Social de Solidariedade, e mãe de Renan Centini, que neste ano não deve desfilar na bateria, já que o primeiro filho dele, e primeiro neto da presidente Fran, deve nascer nos dias de carnaval.

Francislaine Calazans, carinhosamente chamada de Fran, estreia na avenida neste ano, como presidente da Acadêmicos da Vila. Mas de azul e branco já são mais de 30 anos. No dia a dia, ela é funcionária pública, atuando como educadora, também há três décadas.

Apesar de quase toda a família ser envolvida com a agremiação, o desafio é conciliar a profissão, o papel de mãe, esposa e avó de Brenno Calazans Fagundes, filho de Naila Calazans, rainha da bateria da Vila. A vantagem é que o esposo da presidente é Mário Calazans, diretor de barracão da Vila. Esse ano, o maior desafio é conviver com a saudade da mãe, Sônia Siqueira, que faleceu após o carnaval de 2018. 

Na Unidos do Lavapés, a escola mãe do carnaval bragantino, a presidente é Lilian Cortese, que está na verde e rosa há 39 anos, mas pela primeira vez ocupa o cargo de maior responsabilidade. Para isso, ela conta com apoio da vice-presidente, Lindalva de Azevedo. Solteira e exercendo atividades profissionais em sua própria casa, Lilian fala do seu maior desafio. “Fácil não é, mas o amor pela agremiação fala mais alto. Estamos trabalhando para fazer um grande carnaval e espero agradar os olhos do povo e principalmente os olhos e o coração da família verde e rosa”.

Vanessa Nogueira é formada em Turismo, com especialização em globalização e Cultura, e pós-graduada em Gestão Pública do Turismo. Já atuou na mesma secretaria, inclusive na mesma função. Mas será o primeiro carnaval sob sua coordenação, já que tomou posse em 2018, três meses depois do carnaval. 

Vanessa é mãe de Lucas, de 17 anos e de João Pedro, de apenas 5. O desafio dela é o mesmo da maioria das mulheres, conciliar os afazeres do cargo, com os de esposa e mãe. Na realização do carnaval ela tem apoio de outras secretarias, mas tudo passa pela sua pasta.

E quem for à Passarela Chico Zamper poderá ver de perto o trabalho delas, das superpoderosas do carnaval, que são unânimes em afirmar que contam com a dedicação de todos de suas agremiações.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »