30/08/2017 às 09h48min - Atualizada em 30/08/2017 às 09h48min

Geração de emprego tem saldo positivo em julho

Foto: Portal Brasil


Na contramão da maioria dos municípios brasileiros, Atibaia tem conseguido elevar o número de contratações. Segundo a prefeitura, no último mês de julho houve sinais de reação na geração de empregos. 

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho (MTE), e apontam que o município registrou um saldo positivo de 179 contratações. No período, foram efetuadas 1.316 admissões no município contra 1.137 desligamentos. “O superávit de empregos lança perspectivas otimistas no mercado”, disse a prefeitura, ao informar que neste ano, apenas o mês de fevereiro havia registrado mais contratações do que demissões, foram 34, mas julho venceu disparado com 179 novas contratações.

Ainda de acordo com os dados, o cenário também é otimista quando se compara o primeiro semestre (janeiro a junho) de 2017, quando a oferta de empregos formais foi de 7.397 postos de trabalho com carteira assinada. No mesmo período de 2016, foram gerados 7.237 empregos. No comparativo entre julho/2016 e julho/2017, os números também mostram evolução na geração de emprego em Atibaia: saldo positivo de 62 postos em 2016 contra os atuais 179 deste ano, quase o triplo.

Para a Coordenadoria Especial de Emprego e Renda, se esse panorama se mantiver, a tendência é que já nos próximos dois ou três meses, o município consiga reverter a “balança” negativa acumulada neste ano, no saldo de geração de empregos de Atibaia.
Além disso, a Coordenadoria lembra que, no ano passado, a “balança” entre admissões e desligamentos terminou com saldo negativo de 98 postos, mas a perspectiva para este ano é de melhora e fechamento positivo, principalmente porque os números apontam que a indústria voltou a empregar e, no segundo semestre, o pagamento do 13º salário e as contratações sazonais de fim de ano do comércio varejista e do setor hoteleiro devem aquecer a economia e incrementar a geração de emprego e renda.

Indústria

Os dados do Caged também mostram que, dentre todas as ocupações, o posto de alimentador de linha de produção, do setor industrial, foi o que registrou o melhor saldo, 51, no mês de julho, com 108 admissões contra 57 desligamentos.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »