24/05/2017 às 14h07min - Atualizada em 24/05/2017 às 14h07min

Saulo Pedroso (PSB) é inocentando pela justiça no “Caso do Fórum”

Foto: JBR


O prefeito de Atibaia, Saulo Pedroso (PSB), foi absolvido em primeira instância no último dia 16 de maio, pela justiça de Atibaia, no processo que ficou conhecido como o “Caso do Fórum”. O juiz da 2ª Vara Cível, Dr. Marcelo Octaviano Diniz Junqueira, entendeu que a ação é improcedente. Com isso, os bens do prefeito que estavam bloqueados, também foram liberados.
Saulo era acusado pelo Ministério Público de superfaturamento na locação do prédio do Fórum de Atibaia, alugado pela prefeitura por R$ 50 mil por mês.

O MP pedia na ação a condenação do prefeito e também de Anderson Luis Pereira (PSB), o Magrão, na época prefeito de Pinhalzinho e do suplente de vereador de Bragança, Marco Leitão Xavier. Mas a justiça considerou que não existem provas suficientes para condená-los. 

No entanto, o caso também tramita em uma ação criminal que ainda será julgada, mas sem data prevista.
A defesa de Saulo deve usar essa decisão para pedir a absolvição do prefeito no processo criminal. Em nota, o prefeito disse “Encaramos tudo isso de cabeça erguida e cientes de que a justiça seria feita. Com alegria, comemoramos uma decisão que ratifica que todo o processo da nossa equipe foi e continua legal e transparente. Agradeço a todos que nos deram apoio e confiam no nosso trabalho pela cidade e pela população”.

Ex-prefeito de Pinhalzinho
O Jornal de Bragança e Região também entrou em contato com o ex-prefeito de Pinhalzinho, Anderson Luis Pereira, o Magrão (PSB). Por telefone, o ex-prefeito disse “Eu era prefeito de Pinhalzinho, não tive nada a ver com essa história. Isso tudo foi muito constrangedor para mim e para minha família. Eu sabia que mais cedo ou mais tarde, a justiça seria feita. Agradeço a todos que confiaram em mim, na minha palavra e continuam acreditando. Estou de cabeça erguida”.

O JBR tentou falar com o advogado de Marco Leitão Xavier, mas não conseguiu. O espaço está aberto.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »