04/05/2016 às 20h59min - Atualizada em 04/05/2016 às 20h59min

Viação Atibaia pode deixar serviços de transporte público no município

Foto: JBR


Há 18 anos, a Viação Atibaia é responsável pelo serviço de transporte público no município. No entanto, o contrato com a Prefeitura vence no dia 06 de julho. Por isso, já foi publicado na imprensa oficial, o edital licitatório. A concorrência pública, com sessão de entrega dos envelopes, está agendada para o dia 1º de junho.
Mas a Viação Atibaia pode não participar, propositalmente, da nova licitação e assim, deixar de prestar seus serviços no município. De acordo com Sérgio Mantovanini, dono da empresa, possivelmente a Viação sairá do sistema. “Quarenta por cento dos usuários não pagam tarifa. Provavelmente eles (Beto, Denig e Saulo), ajam assim (concedendo isenções) para cooptar os votos dos que não pagam, porém, punem os que pagam e prejudicam o sistema de transportes de maneira, possivelmente, irreparável”. Sérgio ainda disse que Beto, Denig e Saulo “acabaram com o sistema, prestigiando clandestinos de maneira escancarada”.
O Jornal de Bragança e Região entrou em contato com os ex-prefeitos. Dr. Denig afirmou que jamais prestigiou o transporte clandestino e, que cabe à polícia a fiscalização. Disse ainda, que as isenções concedidas aos passageiros atendem a leis federais. Já o prefeito, afastado, Saulo Pedroso (PSB), disse que Sérgio Mantovanini está equivocado, que o custo daqueles que não pagam pela passagem está incluso no valor daqueles que pagam, e que essas regras estavam previstas no edital de licitação vencida pela empresa. Saulo disse ainda, que nunca prestigiou o transporte clandestino, e que pode comprovar através de documentos, diversas fiscalizações realizadas pela Prefeitura. Já o ex-prefeito e secretário adjunto de Turismo do Estado, Beto Tricoli (PV), atendeu o telefonema da produção, disse que enviaria sua resposta até o fechamento da edição, o que não ocorreu. De qualquer maneira, o JBR continua à disposição do secretário.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »