14/03/2016 às 02h23min - Atualizada em 14/03/2016 às 02h23min

Prefeito afastado, Saulo Pedroso, gastou mais de R$ 7 milhões só com publicidade

Desde que assumiu a cadeira do Poder Executivo de Atibaia, em 2013, Saulo Pedroso (PSB), já gastou R$ 7.330.740,42, só com publicidade.

Foto: JBR

As mídias que mais receberam verba foram Jornal, TV, Internet e Rádio. A maior fatia desse bolo ficou para a mídia Jornal, que nos três anos recebeu um montante de R$ 988.622,61, uma média de R$ 330 mil por ano. A segunda mídia que mais recebeu verba para publicidade foi TV aberta, um total de R$ 943.900,04. Em terceiro lugar, ficou a mídia Internet com R$ 639.627,20, ou uma média de R$ 214 mil a cada ano. Rádio foi a quarta mídia mais comprada pela Prefeitura, que recebeu nos três anos, um total de R$ 491.280,00. 
Juntas elas somam R$ 3.063.438,85. O valor restante foi divido entre as mídias Indoor, Carro de Som, Painel e a produção de Comunicação Externa, Serviços Gráficos e Custos Internos, que totalizam R$ 4.267.301,57. Aliás, de custos internos foram gastos quase dois milhões, R$ 1.953.085,52.
 Se comparado, o montante de R$ 7 milhões daria para: construir mais um Centro Educacional ou para pagar 17 anos de aluguel do prédio do novo Fórum (sem correção). O valor daria ainda para 
construir 80 unidades habitacionais ou para reformar o Estádio Salvador Russani, que poderia, inclusive, ser usado para sediar os jogos do S.C Atibaia.  O valor também poderia servir para equipar cerca de 20 UTIs (similares às da Santa Casa) ou custear a UTI da Santa Casa por 20 meses.
Veja o gráfico abaixo.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »