05/08/2015 às 15h42min - Atualizada em 05/08/2015 às 15h42min

Integração das linhas de ônibus depende da Prefeitura, diz Viação Atibaia

Foto: JBR


Nem a Prefeitura e nem a Viação Atibaia sabem exatamente quando a integração das linhas de ônibus no município será implantada.

Até agora, o que existe é o projeto e, segundo o prefeito Saulo Pedroso (PSD), o trabalho ainda está em processo de definição.

No entanto, ao contrário do que Saulo deu a entender durante uma coletiva de imprensa no dia 13 de julho -  quando disse que se encontrasse resistência poderia abrir licitação para contratar uma nova empresa de transporte público na cidade - a direção da Viação Atibaia não demonstrou resistência ao ser entrevistada pelo Jornal de Bragança e Região, mas foi discreta ao falar do projeto e sobre a declaração do prefeito. O diretor da empresa, Sérgio de Campos Mantovaninni, disse que recebeu “com tranquilidade” o tom intimidatório de Saulo. 

Quanto à integração, Mantovaninni disse que a data depende da definição da Prefeitura, assim como as linhas que serão integradas. “Depende do projeto que a Prefeitura nos determinar”, disse.

Sobre um possível reajuste no valor da passagem, o empresário considerou. “Se houver queda na arrecadação é dever da Prefeitura promover o equilíbrio econômico financeiro do contrato”, frisou.

No entanto, o prefeito informou que não haverá reajuste em razão da integração e disse que todas as linhas poderão se integrar, mas o trabalho, segundo ele, ainda está em processo de definição. “Vale lembrar que, com a implantação do Bilhete Único, os usuários poderão, com um único bilhete, percorrer mais regiões da cidade, ou seja, as linhas vão abranger mais áreas. Com a integração, o fluxo de veículos no centro deve diminuir”, finalizou Saulo.

Como funciona a Integração

Com o Bilhete Único, o usuário pode utilizar mais de uma linha de ônibus, mas existe um tempo de validade para fazer a integração, são horas determinadas no projeto e que variam de cidade para cidade. Na Capital Paulista, por exemplo, é possível pagar apenas uma tarifa e fazer quatro embarques, no prazo de até três horas, utilizando o Bilhete Único comum, e durante até duas horas utilizando o Bilhete Único Vale-Transporte.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »