19/12/2016 às 16h16min - Atualizada em 19/12/2016 às 16h16min

TSE confirma candidatura de Jesus Chedid

Foto: Site Jesus Chedid


Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deferiu a candidatura de Jesus Chedid (DEM), candidato a prefeito por Bragança Paulista, que recebeu o maior número de votos nas eleições de 2 de outubro (60.822). Com a decisão, Jesus Chedid, poderá tomar posse no dia 1º de janeiro junto com os dezenove vereadores. A solenidade acontece no Plenário da Câmara, às 20h. Antes, ele terá de ser diplomado, o que deve acontecer ainda nessa semana, apesar do recesso do judiciário. 

Entenda o Caso
A coligação do candidato Gustavo Sartori  (PSB), pediu o indeferimento da candidatura de Chedid na justiça eleitoral de Bragança, mas como não obteve êxito, recorreu ao TRE que, por unanimidade (6 a 0), contrariando a decisão em primeira instância, barrou a candidatura de Chedid. Ele recorreu ao TSE e continuou a campanha eleitoral, concorrendo sub judice.  O julgamento de Chedid começou na sexta-feira, 16,  quando três, dos sete ministros, votaram a favor de Jesus, divergindo do voto do  relator Herman Benjamin, que acabou pedindo vistas ao processo e que nesta segunda-feira, mudou seu posicionamento, votando a favor do deferimento da candidatura de Jesus. 

Mandatos
Essa será a terceira vez que Jesus Chedid assume a cadeira de prefeito em Bragança. A primeira foi na legislatura de 1993-1996. A segunda, de 2001-2004, ano que concorreu à reeleição, venceu, tomou posse no dia 1º de janeiro de 2005, mas foi cassado pelo TSE e retirado do cargo, em outubro do mesmo ano, por ter veiculado propaganda eleitoral na Tv local em período vedado, tendo usado para isso, cerca de R$ 400 mil do dinheiro público, pagos a emissora administrada pela nora dele, Tereza Chedid, esposa do deputado estadual, Edmir Chedid (DEM). Quem assumiu o seu lugar, foi o segundo colocado nas eleições de 2004, João Afonso Sólis (Jango).  Na eleição seguinte, em 2008, Jesus Chedid se lançou candidato, tendo como vice, Amauri Sodré, mas retirou a candidatura poucos dias antes da eleição, pois ainda sofria as consequências das sanções, não podendo ser candidato.

Amauri Sodré foi, então, o candidato a prefeito tendo como vice, o médico Fernando Valle. Eles foram derrotados por Jango.  Em 2012, o grupo Chedid sofreu outra derrota, desta vez o candidato Renato Frangini (DEM), perdeu por apenas 21 votos para Fernão Dias (PT).

Jesus Chedid que é natural de São Paulo, recebeu da Câmara Municipal de Bragança, o título de cidadão bragantino, em dezembro de 2015.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »